mas lamentam-se!

Quinta-feira, 15 de Maio de 2008

 

Saudades de quando eramos pequenas,

saudades de passar grandes temporadas em Lisboa

saudades de brincar contigo

saudades de quando me fazias rir e o iogurte me saia pelo nariz

saudades de quando iamos a meio da noite buscar bolachas

saudades das nossas conversas que se fossem profundas metia-nos a chorar se fossem banais metia-nos a rir que nem umas malucas

saudades de dizer-mos coisas ao mesmo tempo

saudades de estarmos à mesa e não podermos olhar uma para a outra se não era um fartote de rir

saudades de quando me telefonas para desabafar

saudades de cantar para as couves e feijões, era isso que faziamos quando cá vinhas visitar os meus avós

saudades da cuca, era o montro que nos fazia esconder

saudades de nos tratarmos por diminutivos

são tantas saudades que apertam o coração, já somos crescidas, tu estás quase a entrar nos 18 anos...como o tempo passa miuda!

sinto-me:
tags:
publicado por LuaPrateada às 14:49
link do post | comentar | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
16
17

18
19
20
21
22
24

25
26
27
30
31


últ. comentários
Passei - te um desafio , vê no meu blog (:Beijinho...
Olá!Ahah xD Essa aí está muitooo boa! =Pbeijoquita...
Adoro a música, está linda! (; Passei-te um desafi...
É verdade! Mais vale aguentar e pensar em coisas f...
"Lei das Filas e dos Engarrafamentos: A fila do la...
Bem, o que eu me ri com este guia prático.Algumas ...
A vida é bem melhor quando temos a quem dar a mão....
Olá.Estive a ver o teu blog e decidi desejar um fe...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro